Ser um emberá

A cultura indígena é necessária para proteger as florestas

Panamá

Duração: 6:06


Available in 4 languages


Lançado: dezembro 2016

Click to play video

A recuperação e o fortalecimento da cultura indígena são fundamentais para manter as conexões ancestrais com a natureza, devendo ser transmitida a futuras gerações com a celebração das tradições indígenas. Após décadas de assimilação, os jovens emberá estão liderando um verdadeiro renascimento cultural por meio de pinturas corporais e a transmissão de histórias tradicionais. Ao mesmo tempo, iniciativas comunitárias de manejo florestal sustentável estão proporcionando – com pouco impacto ambiental – receita econômica às comunidades que dependem da floresta para sobreviver.

  • Dados importantes

    • Construída entre 1972 e 1976, a Represa Hidrelétrica de Bayano foi um dos maiores projetos do regime militar comandado pelo general Torrijos. O empreendimento foi financiado por empréstimos de agências de desenvolvimento internacional (principalmente o Banco Mundial) e bancos comerciais privados. Sua construção inundou uma área de aproximadamente 300 km² e desalojou 4.500 pessoas: 500 emberá, 1.500 guna e 2.500 colonos. Os emberá foram reassentados nos vilarejos de Piriati e Ipeti.

Quem está envolvido?

Produzido por

Recognition to Land, Territories and Resources

Communities need ownership over their ancestral land in order to protect forests. With no formal land title traditional communities often face serious conflict when trying to evict illegal loggers, poachers and land grabbers. Who will believe their claims without precise maps and legal title deeds?

Saiba mais