Skip to main content

Gabriela Solano

Honduras

Cineasta emergente, pertencente ao vilarejo de Garifuna, com formação em temas de direitos dos povos indígenas e negros de
Honduras, direitos sexuais e reprodutivos e gênero, e é integrante da Colectiva de Cineastas de Honduras, a qual passou a integrar
como aluna da escola “Una Mirada Propia” para mulheres cineastas. Realizou dois curtas: “Negrita”, o primeiro, foi realizado em 25
de novembro de 2020 com o apoio da Iniciativa Spotlight; e “Punto de Encuentro” foi o projeto final depois da apresentação em
Pitch, na fase final da escola “Una Mirada Propia”. Sua última colaboração foi no documentário “Alla donde nace el sol”, realizado
com recursos do Instituto Mexicano de Cinema (IMCINE) e do Fundo Ambulante da Netflix como produtora de campo.

New fresh look, we're still working on making improvements