Salve Seko

Indígenas são criminalizados por protegerem terras ancestrais

Indonesia

Duração: 12.47


Available in 2 languages


Lançado: agosto 2017

Click to play video

Apesar de suas terras tradicionais terem sido reconhecidas pelo governo indonésio em 2012, durante os últimos três anos, a comunidade de Seko luta para defendê-las contra a construção de um grande projeto de energia. Em 2016, 14 líderes comunitários — entre eles, uma mulher — foram acusados de incitar a comunidade, sendo condenados a pelo menos sete meses de prisão.

Eles se opõem à Seko Power Prima, uma usina hidroelétrica de larga escala que pretende desviar o curso do rio e construir túneis de 8 metros de diâmetro que arrasariam suas colinas férteis, bosques, terras cultiváveis e aldeias. As comunidades se organizaram, armaram comícios e eliminaram amostras de solo coletadas pelo projeto.

Em 1.º de agosto de 2017, Amisandi foi solto da prisão, mas a resistência continua.

Quem está envolvido?

Produzido por

Zero Violence

The battle to keep forests often leads to serious and sometimes fatal conflicts. Communities should be supported in their work and community leaders should not be criminalized for defending their land and our forests.

Saiba mais